Quais são os cuidados que as crianças precisam ter durante a volta às aulas?

Com o passar dos meses a pandemia provocada pela Covid-19 se encaminha para a duração de um ano e meio. Devido a sua persistência e as medidas de controle por meio da imunização, ainda lenta em algumas localidades, as atividades estão voltando ao normal de acordo com as regras lançadas por cada governo.

Algumas atividades já voltaram a um bom tempo e aos poucos as demais atividades vão voltando, como é o caso das escolas. Alunos do ensino fundamental e médio vão voltando lentamente a sua rotina presencial, em alguns casos, aula em rodízio e outros aulas totalmente presenciais, ficando com previsão de rotina acadêmica totalmente normal apenas na matrícula fácil 2022.

Embora essas atividades e alguns serviços já começaram a funcionar de forma totalmente presencial é importante lembra que a pandemia ainda persiste e todos os cuidados devem ser mantidos e redobrados ao passar um considerado tempo fora de casa.

Não esquecer das máscaras

Em tempos de pandemia as máscaras passaram a fazer parte da lista de materiais essenciais à volta as aulas assim como lápis e caderno. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) crianças acima de 5 anos devem começar a usar máscaras e crianças entre 2 a 5 anos se tiverem condição de usar devem ser utilizadas com supervisão de um adulto.

Como as máscaras são importantes aliados contra a propagação da doença é de extrema importância que os pequenos saiam de casa para a escola com uma máscara em uso e mais duas guardadas dentro da bolsa para fazer a troca. Para crianças menores é recomendado levar de três a quatro máscaras reservas, já que são mais propícios a sujarem ou molharem prejudicando assim a proteção concedida pela máscara.

Álcool em gel

O álcool em gel é um importante aliado nesse período já que garante de forma rápida e prática uma primeira camada de proteção. Embora lavar as mãos seja a maneira mais eficiente de higienização nem sempre é possível realizar o ato, então o álcool é um importante substituto.

Mesmo com a importância do álcool em alguns casos, é necessário repensar a sua utilização principalmente para crianças menores de 5 anos. A presença desse item na mochila das crianças pode ser algo perigoso já que existe o risco delas ingerirem, sendo preferível nesses casos que a instituição ofereça o álcool e seja ministrado por adultos.

Alimentação

Para garantir uma maior segurança é recomendado que os lanches e a água sejam levados de casa. Com potes e garrafas bem higienizados e o direcionamento de sempre higienizar as mãos antes de comer e não ficar muito perto dos outros alunos durante os momentos sem mascara uma maior segurança é garantida para todas as famílias.

Prestar atenção em qualquer sintoma

Como a rotina agora vai incluir saídas de casa e o vírus ainda está rondando e com altas taxas de transmissão em alguns locais é importante ficar atento a todo e qualquer sintoma da doença e caso for identificado deve ser informado imediatamente a instituição para que os outros alunos comecem um monitoramento.

A volta as aulas, ainda é um assunto bem questionável, com alguns pais totalmente contra e outros a favor. Nos casos que é necessário essa volta é extremamente importante manter todos os cuidados ditos acima para prevenir a contaminação nas escolas.