Educação à distância é novidade que realmente veio para ficar?

O ensino à distância é algo que já existe a um tempo, mas nem todas as instituições aderiam a isso. Essa recusa se dava devido a toda tecnologia e materiais que as instituições teriam que investir e a falta de aceitação dos alunos que tinham na cabeça cursos EAD como inferiores aos presenciais.

Com o início da pandemia provocada pelo Corona vírus muita coisa teve que mudar e se adequar ao momento, o ensino foi uma dessas coisas. As aulas que antes eram presenciais passaram a serem feitas de forma remota com aulas gravadas e ao vivo para que todos os alunos acompanhassem o assunto e não atrasassem o conteúdo, já que para os estudantes do terceiro ano o vestibular FUVEST 2022 e o vestibular UNIVESP 2022, já estão batendo na porta.

Com esse modelo de ensino sendo o mais utilizado agora muitas instituições começaram a investir mais em equipamentos e plataformas digitais para complementar o ensino, fazendo com que mesmo à distância as aulas sejam proveitosas para os alunos e professores. Os alunos também passaram a dar mais valor a essa modalidade de ensino, já que possibilita que eles tenham acesso a aula em qualquer lugar, só precisando ter internet. Eles também conseguem aprender de forma mais diversificada, já que por acontecer tudo de forma online os professores fazem o uso de várias plataformas e aplicativos que mudam um pouco o ensino engessado da sala de aula.

EAD antes da pandemia

Antes mesmo da pandemia começar e o ensino à distância se difundir algumas instituições de ensino faziam uso dela, quando não sendo um curso parcialmente à distância era todo à distância e promovia com isso um ensino de qualidade para todos os alunos.

O ensino EAD ele é extremamente prático, pois graças a ele é possível que os alunos assistam as aulas de qualquer lugar e em muitos casos na hora que desejar, já que as aulas são gravadas e não é necessário que eles estejam presentes para assistir a aula em um determinado horário fixo.

Com isso, muitos adultos se aproveitavam dessa facilidade para se qualificarem e aumentarem seus conhecimentos, já que trabalhavam e aproveitavam para estudar no seu tempo livre ou no final do expediente. Possibilitando assim que eles conseguissem manter os estudos mesmo com o trabalho.

Certamente essa experiência durante esse período mudou e muito a opinião de muita gente sobre o ensino à distância e passou a ser algo preferível por muitos alunos que enxergam nesse ensino a possibilidade de conciliarem outras atividades juntamente com o estudo e não ficam presos ao ensino presencial engessado.